FISL 9.0 – Chegada em POA

Dia 16 de maio, dia de acordar um pouco mais cedo para viajar para POA, fui no mesmo vôo que o Calex e na escala do Rio de Janeiro para Florianópolis fomos conversando com o Antônio Carlos do SERPRO e a Bruna Souza da SEDECT, já estavamos nos sentindo em casa.

Depois de 7 horas de viagem, na saída do desembarque percebi que Porto Alegre já havia sido invadida pelos Paraenses.🙂

pessoal do serpro e ta safo em poa
Bruna Souza, Edinéia Pereira, Antônio Carlos, Benedita Chaves, Felipe Torres, Calex (agachado) e Eu

E quem “bateu o retrato” foi o companheiro Alce (apelido criado pelo próprio) dos Radialistas-RS, onde ficamos hospedados, esse cara é uma figura tchê. Esperamos por mais uma hora até o Bené chegar de um outro vôo. o Flávio só iria chegar às 22:30 hs, haja barrinha de cereal heim Flávio? Hehehe.

eu e alce no salgado filho
Eu e Alce, em frente ao aeroporto Salgado Filho em POA
alce de bené
Alce e Bené, começando nosso tour por POA

O Alce foi o nosso guia turístico por um dia, mas antes passamos no apartamento para deixar a bagagem e logo em frente ao prédio tinha um barzinho com tudo o que nós precisávamos. Comemos um sandubão (me esqueci o nome), mas antes tiramos a “poeira da garganta” com uma boa polar, huuuumm haaa!

tirando a poeira da garganta
ê trem bão

Depois de abastecido a pança de todos, fomos visitar o estádio Beira Rio de um dos clubes que gosto pacas ( apesar de ser um perna-de-pau😛 ), o Internacional, além do Mengão e do Papão, é claro!

troféus do inter
Sala de troféus do Internacional
estádio beira rio
Admirando o Estádio Beira Rio

Saímos com um sorriso de uma orelha a outra e fomos conhecer o Sindicato dos Radislistas-RS. o Calex e o Bené conheceram o Caverna, eu já o conhecia de 2005. É isso mesmo o Capitão Caverna do desenho , todo mundo lá tem apelido. Esse é um dos caras que tenho que agradecer. Quatro pessoas saindo de Belém do Pará para Porto Alegre por conta própria é “roça cumpadi”. As outras são o Cunha dos Radialistas do Pará, meu tio Nagi, meu chefe Fábio Cavalcante e a Profª Silvana Rossy. Se não fosse por essas pessoas a viagem não teria acontecido.

Ainda levamos bombons de chocolate com cupuaçú e biscoitos de castanha do Pará para o pessoal. Acho que eles gostaram, ninguém reclamou depois de dor de barriga.😛

capitão caverna
Calex, Caverna (não é parecido mesmo?) e Eu, em frente ao sindicato

Agora de busão, fomos dar uma volta no Shopping Praia de Belas para passar um colírio nos olhos (como diz o Profº Wellington) e voltamos para o apê descansar um pouco para ir receber o Flávio no aeroporto à noite.

O Caverna foi nosso guia nessa empreitada, ele ia nos dizendo tudo sobre os lugares onde passávamos. Tive a péssima idéia de ir de sandália, bermuda e camisa (turista). No início foi uma beleza, mas logo depois sentimos um frio de rachar, putz! O vôo do Flávio atrasou um pouco (conta uma nova :P) e enquanto estávamos preocupados com o Hacker o caverna estava doido querendo saber quanto tava o jogo do Vermelhão🙂. Depois de um longo e tenebroso inverno o Flávio chega e na volta pra casa, mais frio no busão, caracas, nunca mais faço essa presepada.🙂

Com a equipe já composta, fomos arrumar o QG do TÁ SAFO em POA (caracas, quanta sigla!).

qg do tasafo em poa
Uma bagunça organizada, entendem?

Na hora da janta, o Bené fez um mugunzá do que tínhamos comprado no supermercado e detectou um problema muito grave, não tinha farinha e muito menos açaí para acompanhar. Foi o momento mais difícil pra nós.🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s