Aprenda e ensine!

Comecei a estudar informática em 94 no CTC. Nesse tempo as aulas eram teóricas e depois de alguns meses é que tocávamos no computador (que agonia). O curso era de programação, mas tínhamos que aprender um pouco de cada coisa (IPD, MS-DOS, WordStar, dBase, Clipper e Windows), o curso durava oito meses (haja paciência). Mas valeu pra caramba, pois fiz muitos amigos, que preservo até hoje.

Na escola tinha um computador 286 de monitor de fósforo verde que ninguém queria treinar, chamavam ele de “fusquinha”, acho que foi o Januário que deu esse apelido. Ah! Tive um professor com o nome Januário, quase todas as aulas tinha que ouvir: “Luiz, respeita o Januário”🙂 , era lá que eu ficava, ninguém queria mesmo. Minhas habilidades com ms-dos ficaram apuradas🙂 , tinha dias que ficava das oito da manhã até a escola fechar, computador era coisa de rico em Belém nessa época, acho que ainda não existia internet e muito menos CyberCafé😦 . Me lembro de ir ao Centur várias vezes para ler a revista Informática Exame, era salgada na época.

Comecei a estagiar como monitor lá mesmo e tive que aprender a ter paciência com o usuário, não foi fácil, quando alguém errava algum comando, eu queria logo corrigir. Mas fui percebendo que eles queriam resolver o problema e não que o problema fosse resolvido. O legal dessa época é que a escola patrocinava alguns cursos internos para os estagiários. Estudávamos nos horários vagos e aos sábados, não tinha esse negócio de “pano pretagem”. Me lembro também de um barzinho que tinha ao lado da escola, na sexta-feira tomávamos uma marvada😛 . Que diga o Ted, Milvio e Januário. Só papudinho!

Em 96 comecei a lecionar, lembro bem da primeira aula, onde todos os alunos eram mais velhos que eu. Quando entrei na sala criou-se um silêncio sinistro de alguns segundos e olhares desconfiados na minha direção, deviam estar pensando: “PQP, mandaram um moleque dar aula pra gente…”. Ainda bem que tinha adquirido alguma experiência como estagiário e as aulas foram correndo bem com o tempo.

Logo depois chegou um novo coordenador no curso, Odiney Nogueira, o cara era meio perturbado (kkk, ainda é), com idéias revolucionárias para a escola, nos ensinou a instalar Windows 3.11 (em disquetes), rede local (cabo coaxial ainda), Office e afins. Recriamos as apostilas do curso, foi aí que ele me passou a árdua tarefa de corrigir algumas, foi “peia”. Aguçamos nosso conhecimento técnico, tínhamos liberdade para aprender novas coisas como jogar Quake em rede, por exemplo (huahuhahua).

Não demorou muito, o Odiney lançou a idéia de desbravármos novos mundos. Montamos uma filial da escola no Conjunto Cidade Nova, em Ananindeua (longe heim?). Foi um período muito bacana para a carreira profissional de todos. As aulas eram dadas em uma mesma sala com vários assuntos simultaneamente onde por exemplo: O Ordácio Ramos lecionava Processamento de Textos, O Manoel Dória lecionava Planilhas Eletrônicas, O Odiney criava os programas em Clipper para gerenciar a escola, eu lecionava programação em Clipper, também comecei a estudar Visual Basic 3.0 nessa época, um pouco depois veio o Christiano Penna me mostrar uma linguagem chamada Delphi 2.0. Ainda tínhamos na equipe a Samara como secretária, o Nilson (irmão do Odiney, uma figura) em computação gráfica. Nesse mesmo tempo o Fernando, meu primo, conseguiu uma bolsa para estudar computação gráfica, por ter desenhado a logo da escola na entrada. Me surpreendi com a velocidade de aprendizado dele com ferramentas gráficas, o cara é fera em desenho). Na escola em Belém ficaram o Bené Lima, Wendell Gouveia, Kleber Assunção e Jonas (o teca enter).

ctc

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s